Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas

A Polícia Militar de Alagoas formou nesta quarta-feira (22), a primeira turma do Curso Básico de Inteligência (CBI). A cerimônia de encerramento aconteceu no Auditório da Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello (APMSAM) e foi presidida pelo subcomandante-geral da PMAL, coronel Gerônimo Nascimento.

 20220622 0918040

Foram 79 concluintes, entre oficiais e praças da Briosa. Os militares com as três as maiores médias finais foram os tenentes Paulo Fernando de Melo Brasil (1º), Victor Hugo Torres Barros (2º) e Igo Ivisson de Oliveira Passos (3º). Os três receberam o certificado durante a cerimônia. Houve ainda uma homenagem aos instrutores do curso.

20220622 091927

 

Em seu discurso, o subcomandante-geral destacou a relevância do curso para o crescimento de cada agente de segurança e, consequentemente, da instituição. “É importante pensar a instituição como pessoas e o maior investimento deve ser voltado para o chamado capital humano. Investir em tecnologia faz parte do crescimento, mas a capacitacão é a base e isso temos feito com excelência. Parabéns à Diretoria de Ensino, à APMSAM, 2ª Seção e todos os envolvidos. Apesar de não sermos a maior entre tantas no país, como Corporação, temos muitos avanços e somos grandes”, enfatizou o coronel Gerônimo.

 20220622 101236

A mesa de honra foi composta ainda pelo Diretor de Ensino da PM, coronel Walter do Valle; pelo comandante da APMSAM, coronel Neyvaldo Amorim; pelo chefe da 2ª Seção do Estado-Maior Geral, major Thiago Duarte e pelo responsável pela Inteligência do Comando de Policiamento da Capital (CPC), capitão Cícero Navarro.

 20220622 091605

Em suas falas, os integrantes da mesa parabenizaram os concluintes e foram unânimes em destacar o apoio da Secretaria de Segurança Pública e do Comando Geral da Corporação à atividade de inteligência – o que é primordial para a sociedade e para o efetivo combate ao crime.

O Curso



O objetivo principal do Curso Básico de Inteligência é difundir a doutrina de Inteligência de Segurança Pública para os policiais militares de Alagoas, formando novos colaboradores e operadores da atividade de inteligência no âmbito da corporação.

Com carga horária de 47 horas-aulas, as atividades iniciaram no último dia 13 e contaram com instruções e cerca de 10 disciplinas voltadas ao conhecimento acerca da atividade de inteligência na segurança pública, fluxo da informação, contra-inteligência e noções técnicas operacionais.

Publicado em Notícia

Uma conquista que já entrou para história da Polícia Militar do Estado de Alagoas. Assim pode ser definida a formatura da 1ª turma no modelo de Ensino à Distância do Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS). O pioneirismo se deve ao formato do curso em si e ao evento que marcou a conclusão do mesmo: foi transmitido ao vivo pela internet nos canais da PM e do CFAP no YouTube, além da cobertura pelos respectivos perfis no Instagram (confira a Galeria de Fotos).

 

A solenidade ocorreu na manhã desta sexta-feira (21) no Auditório da Academia de Polícia Militar Arnon de Mello (APMSAM). Respeitando as medidas de distanciamento social em decorrência da pandemia da Covid-19, a cerimônia contou com uma representatividade dos formandos, mas sem plateia presencial. No acesso ao auditório, protocolos de segurança foram observados como disponibilização de álcool 70%, uso obrigatório de máscaras e aferição de temperatura. 

 
21 08 2020casformatura 8

Ao todo, 199 sargentos, divididos nas turmas A e B completaram o CAS 2020. Foram 15 disciplinas e 300 horas aulas coordenadas pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP).

               

O CAS Turma A formou 190 militares, sendo 189 combatentes e um do quadro de saúde. No caminho, os alunos sofreram duas duras perdas. Em homenagem aos dois alunos que faleceram, a Turma A foi denominada “Aluno CAS Carlos Douglas da Conceição e Aluno CAS José Cícero da Silva (In memoriam)”.  Já o CAS Turma B formou outros nove sargentos e recebeu o nome de Turma “1º Sgt PM Jurandir Roberto da Silva (In Memoriam)”.

A mesa diretiva do evento foi presidida pelo comandante-geral, coronel Marcos Sampaio e composta pelo subcomandante-geral, coronel Wilson da Silva; pelo comandante do  Policiamento do Interior (CPI), coronel Walter do Valle e pelo tenente-coronel Carlos Azevedo, comandante da APMSAM tenente-coronel Azevedo.

 

21 08 2020casformatura 4 

Os três primeiros colocados de cada turma receberam seus certificados. A cerimônia seguiu com entrega de honrarias aos paraninfos, patronos, corpo técnico e aos demais homenageados. Em um momento que emocionou os presentes, familiares dos militares (in memorian) que dão nome às turmas receberam homenagens. 

Em seu pronunciamento, o comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio, enalteceu os concluintes do CAS 2020. Ele também destacou a excelência daqueles que abraçaram o curso com todos os desafios impostos – tanto os alunos quanto a equipe que trabalhou incansavelmente para que o CAS se concretizasse.

“Os senhores chegaram aqui por mérito próprio. O policial concluinte, a instituição e a sociedade ganham com este feito. Os senhores hoje estão aperfeiçoados com uma gama de conhecimento que vai proporcionar ascensão na carreira. É um momento de alegria e também de responsabilidade pra assumir novas graduações e compromissos dentro da maior instituição de segurança pública de Alagoas”, ressaltou o coronel Marcos Sampaio.

 21 08 2020casformatura 11

“Parabéns pela conquista. O conhecimento adquirido é algo que ninguém poderá tirar dos senhores. O nosso compromisso maior é com a sociedade alagoana e é por ela que devemos nos empenhar e evoluir sempre. Como consequência, teremos uma Polícia Militar cada vez mais forte e servindo melhor”, disse o subcomandante-geral e patrono da Turma A, coronel Wilson da Silva.

“Os sentimentos são de gratidão, satisfação e orgulho” resumiu o comandante do CFAP, tenente-coronel Marlon Araújo. Em sua fala, ele também fez uma retrospectiva do desafio de formatar o curso integralmente virtual e, assim entrar para a história da Instituição. Do planejamento, passando pela execução e chegando à conclusão, “o CAS 2020 veio para mostrar para Alagoas o quanto a instituição tem, não só na segurança pública operacional, mas no campo técnico. Tudo isso nos permitiu transformar o ensino na Corporação. Vamos em frente, pois os desafios são diuturnos”, declarou o comandante da unidade-escola.

O coronel Walter Do Valle, se dirigiu aos formandos: “Os senhores estão galgando uma nova formação. Lembrem-se sempre do respeito e da camaradagem no tratamento com seus pares e comandados. Parabéns, senhores”, falou o comandante do CPI.

O orador da Turma A, sargento Marcos Antônio Monteiro de Oliveira, pediu um minuto de silêncio em memória dos que partiram e, em seguida, iniciou seu discurso agradecendo à coordenação e aos instrutores e todos que colaboraram com o curso. Ele fez uma retrospectiva do ensino à distância no Brasil e ampliação do acesso e uso da tecnologia na educação.

O orador da Turma A enfatizou: “Foi uma experiência única e um divisor de águas no ensino dentro da Polícia Militar em Alagoas. Vencemos mais uma etapa. Chegou a hora de colhermos os louros, fruto de anos de dedicação na mais abnegada das profissões. É hora de aplicar o conhecimento contribuindo ainda mais com nossa experiência e servindo ao nosso Estado e à nossa Corporação de heróis”, disse o sargento Marcos.

O orador da Turma B, sargento João Francisco dos Santos, destacou: “A missão foi abraçada com entusiasmo e dedicação fazendo jus à tamanha honraria. Terminamos o curso e já não somos mais os mesmos do que quando começamos esta jornada. Enfrentamos o grande desafio de lidar com uma nova modalidade de ensino e também pudemos estreitar laços de amizade e solidariedade”, disse agradecendo ainda aos familiares, colegas, chefes e comandantes, finalizando: “Vamos continuar cumprindo com mais afinco e coragem todas as missões que nos forem delegadas”.

CAS EaD

O CAS EaD Turma A foi iniciado no dia 18 de maio do corrente ano ofertando 200 vagas, a Turma B iniciou no dia 1º de julho. Com o curso, os segundos sargentos da ativa ficam habilitados à promoção de 1º sargento. A grade curricular conteve disciplinas como ‘Sistemas Informatizados da PM-AL’, ‘Aspectos Jurídicos da Atuação Policial’ e ‘Fundamentos do Gerenciamento de Crises’.

Os alunos tiveram acesso às aulas e avaliações das disciplinas on-lines utilizando o Siseducar, plataforma de ensino da PM que passou por modificações recentes com o intuito de atender a turma. Para isso, o CFAP e sua Divisão Técnica (DT) contou com o auxílio da 6ª Seção do Estado-Maior Geral.

O CAS sempre foi ofertado na forma presencial pela unidade-escola, mas passou por uma reformulação aprofundada e aliou as ferramentas digitais, materiais didáticos e a interação entre alunos e instrutores (tutores). Anteriormente, a Corporação já havia promovido outras capacitações nas modalidades presencial e semipresencial, tanto no próprio CFAP quanto na Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello (APMSAM).

 

 

Publicado em Notícia

Com o foco em habilitar os 2º sargentos da ativa à promoção de 1º sargento, a Polícia Militar de Alagoas por meio de seu Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) se prepara para receber a turma de graduados da Corporação para o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos (CAS). Em 2020, porém, o CAS apresenta uma novidade: a utilização integral da modalidade de ensino a distância (EaD).

Será a primeira vez na PM-AL que as disciplinas serão ofertadas no método inteiramente EaD e o uso das ferramentas digitais serão aliadas no fomento de materiais didáticos e interação entre alunos e instrutores (tutores). Anteriormente, a Instituição já havia promovido capacitações nas modalidades presencial e semipresencial, tanto no próprio CFAP quanto na Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello (APMSAM).

Para o comandante da Unidade-Escola de praças, tenente-coronel Marlon Araújo, esse pioneirismo tem um significado importante para a instituição porque coloca o sargento em contato com técnicas mais atuais de transmissão de conteúdos. “Além disso, essa experiência nos servirá para avaliarmos e aprimorarmos metodologias de aprendizagem on-line em nossa instituição sem a necessidade de retirar o policial da atividade que exerce para realizar a capacitação”, acrescentou.

Parceria e adaptação

A realização do CAS ocorrerá por meio do Siseducar, plataforma de ensino da PM-AL, que passou por modificações recentes com o intuito de atender esta nova turma. Para isso, o CFAP contou com o auxílio da 6ª Seção do Estado-Maior Geral, setor responsável ao que se refere a tecnologias da informação.

“Antes o software era um sistema de gestão escolar como agendamento de provas, divulgação de notas e acesso aos planos de disciplinas, por exemplo. Agora, essa parceria possibilitou tanto desenvolver o módulo programático quanto o aprimoramento do nosso sistema para o ensino a distância”, explicou o capitão Adeilson Carvalho, diretor da Divisão Técnica (DT) do CFAP.

CAS 2020

De ‘Sistemas Informatizados da PM-AL’, passando por ‘Aspectos Jurídicos da Atuação Policial’ e ‘Fundamentos do Gerenciamento de Crises’, o curso ao todo terá 15 disciplinas com o total de 300 horas-aulas para os sargentos dos quadros de combatentes e de saúde. As aulas e as avaliações serão executadas através do Siseducar, conforme planejamento da Escola.

O chefe da seção técnica de ensino da DT/CFAP, capitão Daniel Souza, explicou que os sargentos-alunos passarão por um estágio de adaptação para utilização dos sistemas e interação entre docentes e discentes. “Nessa atividade teremos também momentos remotos com eles para simularmos o uso dos instrumentos digitais para que eles tenham boa desenvoltura junto aos tutores de cada matéria”, disse o oficial.

Publicado em Notícia

O tenente Alex Acioli da Polícia Militar de Alagoas, atualmente lotado na Secretaria de Segurança Pública, concluiu o Estágio de Segurança e Proteção de Autoridades (ESPA), realizado no 4° Batalhão de Polícia do Exército, sediado em Recife. O oficial da Corporação alagoana foi destaque no Estágio, sendo o 2° colocado entre os concluintes da turma.

As instruções iniciaram no último dia 04 e foram encerradas no dia 29 de novembro, com a formatura militar. O Estágio teve duração de 25 dias e carga horária de 109 horas envolvendo disciplinas como: Organização para as Operações de Segurança de Autoridades, Técnicas Anti-sequestro, Tiro a pé e Embarcado, Defesa Pessoal, Salvamento Aquático e Tratamento com a Imprensa.

 

Um dos grandes objetivos do ESPA é preparar o agente para realizar a segurança de diversas autoridades e em qualquer nível, até o Presidente da República. O Estágio de Segurança e Proteção de Autoridades contou com a participação de 30 alunos, entre eles oficiais e praças do Exército, Força Aérea, Agência Brasileira de inteligência (ABIN), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Tribunal Regional Federal (TRF), Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Ministério Público Federal (MPF), Polícia Militar de Pernambuco e de Alagoas.

Publicado em Notícia