Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Sexta, 27 Maio 2022 18:17
FAZER O BEM

Alunos CFP realizam o projeto social "CFAP Solidário"

Programação foi composta por doação de sangue, distribuição de alimentos e visita a lares de idosos

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Aproximadamente 30 futuros soldados do CFP 2022.1 realizaram a doação de sangue Aproximadamente 30 futuros soldados do CFP 2022.1 realizaram a doação de sangue
A manhã desta sexta-feira (27) do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) foi repleta de ações sociais. Os alunos do Curso de Formação de Praças (CFP) participaram do CFAP Solidário, com uma programação que envolveu doação de sangue, distribuição de produtos para instituições filantrópicas e uma visita a um lar de repouso para idosos.
 
A primeira etapa do projeto ocorreu no Hemocentro de Alagoas (HEMOAL), localizado no bairro do Trapiche da Barra, em Maceió. Aproximadamente 30 futuros soldados do CFP 2022.1 realizaram a doação de sangue.
 
Para a assistente social do HEMOAL, Camila Cansanção, a solidariedade dos militares foi essencial para o acréscimo do banco de sangue da unidade, que atualmente se encontra em estado crítico.
 
“Nós agradecemos imensamente esta ajuda, a situação de nosso estoque está bastante deficitária, principalmente nas classificações negativas. Essa nossa parceria com a Polícia Militar já vem de uma longa data e inspira outras entidades e a população em geral a também fazer o mesmo, por isso deixo aqui minha gratidão e apreço por esta corporação tão significativa para o povo alagoano”, explicou Camila.
 
Em seguida, os alunos receberam na sede do CFAP diversos representantes de instituições filantrópicas, situadas na Capital e em Murici, onde fizeram a distribuição de inúmeros alimentos e materiais de limpeza, produtos indispensáveis para manutenção destas unidades.
 
A presidente do Lar Batista Marcolina Magalhães, Selma Andrade, exaltou a ação e comentou a importância do momento em que chega esta ajuda.
 
“Nossas dispensas já começavam a baixar, então estes suprimentos caíram do céu para nós. Nossa gratidão para todos os policiais militares, principalmente os que compõem o CFAP. Fazer caridade não é um trabalho fácil, por isso necessitamos da bondade daqueles que podem ajudar de alguma forma e a polícia sempre esteve ao nosso lado, seja com doação ou com ações solidárias em prol de nossas crianças”, relatou Selma.
 
Já a Madre irmã Maria do Carmo, representante do Carmelo de Santa Terezinha, parabenizou os envolvidos na ação.
 
“Agradeço essa grande ação social em prol dos mais carentes e necessitados, o que demostra que por trás da farda existem homens e mulheres com um grande coração. Irei intensificar ainda mais as orações por todos que fazem parte da Polícia Militar, que Deus os abençoe.
 
WhatsApp Image 2022 05 27 at 11.01.05
Alunos doaram produtos indispensáveis para a manutenção das unidades filantrópicas
 
Por fim, os alunos se dividiram e marcaram presença no Abrigo Residência São Luiz, na Ponta Grossa; e na Casa para Velhice Luiza de Marillac, no bairro da Santa Amélia, onde desenvolveram algumas atividades com os residentes, como música, bate-papo, brincadeiras, spa das mãos e dos pés; e limpeza de pele.
 
O comandante do CFAP, tenente-coronel Sílvio Lúcio, comentou os benefícios que ações como estas provocam na boa formação dos futuros soldados da Polícia Militar de Alagoas.
 
“A gente só tem noção do quanto é importante este tipo de ato, quando precisamos ou temos algum familiar nesse grupo de vulnerabilidade. A essência de nossa Corporação é fazer o bem e servir ao próximo, então nada melhor do que mostrarmos ao alunos que é necessário estarmos juntos da sociedade, estreitando laços, a respeitando e ajudando naquilo que estiver ao nosso alcance”, disse o oficial.
 
WhatsApp Image 2022 05 27 at 17.39.53
CFP compareceu a Casa para Velhice Luiza de Marillac
 
Requisitos para doar sangue
 
Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue. Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas;
Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas;
Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos;
A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulheres;
O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.