Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quinta, 18 Novembro 2021 14:07
CAMPEÃ

Aluna do CPM conquista medalha de ouro no Mundial Juvenil de Jiu-jitsu em Abu Dhabi

Estudante do 6º ano da Unidade Maceió, foi recebida pelo diretor do CPM, major Vailton Ursulino

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Estudante do 6º ano da Unidade Maceió, foi recebida pelo diretor do COM, major Vailton Ursulino Estudante do 6º ano da Unidade Maceió, foi recebida pelo diretor do COM, major Vailton Ursulino

A 13ª edição do Campeonato Mundial Juvenil de Jiu-jitsu, realizads na cidade de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, terminou com uma campeã alagoana. A estudante do 6º ano da Unidade Maceió do Colégio Tiradentes, da Polícia Militar de Alagoas (CPM), Nycolle Calheiros, de 11 anos, foi a grande vencedora e conquistou uma medalha de ouro na competição.

Após chegar ao Estado de Alagoas, a aluna foi recepcionada pelo Diretor-geral do CPM, Major Vailton Ursulino, que parabenizou-a pelo título.

“Estamos muito felizes pela conquista dela. Uma garota esforçada, que vai em busca de seus objetivos, e serve de inspiração para a garotada do nosso colégio e do país inteiro”, afirmou o oficial enaltecendo a atleta que já participou de quatro concursos internacionais e coleciona mais de 40 títulos (estaduais, nacionais e internacionais).

18 11 2021 tiradentes

Nycolle iniciou no esporte aos seis anos de idade após uma experiência nada boa na escola que estudava. Conforme entrevista concedida ao portal Gazetaweb.com, ela afirmou que sofria bullying e chegou a ser agredida por outras crianças. Após perceber que havia algo de errado, o pai dela, Raphael Calheiros, decidiu leva-la para fazer uma aula experimental de defesa pessoal em uma academia de Jiu-jitsu, como forma de encorajá-la.

“Quando meu pai me levou para fazer a aula experimental eu acabei me apaixonando pelo jiu-jitsu e, desde então, nunca mais ninguém mexeu comigo”, disse Nycolle à Gazetaweb. Desde então, ela não parou mais, começou a treinar e a se dedicar ao esporte.

18 11 2021 tiradentes2

Durante a entrevista, a mãe da atleta, Mênya Sanyelle, disse que o esporte faz parte do aprendizado dela. “Ela é dedicada e consegue ser boa nos estudos e no jiu-jitsu. Pra mim, o importante é ela se sentir bem com o que faz”.

“Pretendo continuar competindo nos campeonatos regionais, nacionais e internacionais.Quero muito ser faixa preta e conquistar todos meus sonhos”, finalizou Nycolle.

18 11 2021 tiradentes3