Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Terça, 21 Setembro 2021 11:24
ESPECIALIZAÇÃO

Polícia Militar inicia segunda turma do Curso de Controle de Distúrbios Civis de Alagoas

O curso contará com 54 militares de Alagoas, um de Pernambuco e dois agentes da PRF

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Aula inaugural aconteceu no Auditório do Tribunal de Contas do Estado, em Maceió Aula inaugural aconteceu no Auditório do Tribunal de Contas do Estado, em Maceió

Nessa segunda-feira (20), a Polícia Militar realizou a aula inaugural da segunda edição do Curso de Controle de Distúrbios Civis (CCDC) da Corporação. O evento, que aconteceu no Auditório Jorge Assunção, localizado no Tribunal de Contas do Estado (TCE), no bairro do Farol, em Maceió, contou com a presença do Secretário de Estado da Segurança Pública, Alfredo Gaspar, e do Subcomandante-geral da PM, Coronel Thúlio Emery.

O início do curso contou com duas palestras ministradas pelos capitães Gustavo Barreto e Wilner Neves, pertencentes às Polícias Militares do Rio Grande do Norte e Bahia, respectivamente. Os oficiais falaram sobre o caso da Rebelião de Alcaçuz, ocorrido em 2017, e sobre operações de reintegração de posse no âmbito do Gerenciamento de Crises.

O CCDC, que será coordenado pela Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello (APMSAM) e pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), vai contar com 57 alunos; sendo 54 oficiais e praças de diversas unidades da PM de Alagoas, um soldado da Polícia Militar de Pernambuco (PM-PE) e dois agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

21 09 2021 ccdc2

Com um total de 258 horas/aulas, a malha curricular a ser aplicada obedecerá um projeto pedagógico que inclui disciplinas como Legislação de Policiamento de Choque, Uso Diferenciado da Força, Direitos Humanos, Táticas e Técnicas de Operações de Choque, Tiro Defensivo e Material Bélico. A previsão é que o CCDC seja concluído após quatro semanas.

A primeira edição do Curso de Controle de Distúrbios Civis foi realizada em 2016 e 35 guerreiros lograram êxito em se tornar os primeiros choqueanos formados pela PM-AL. Entre eles, o subtenente Erivaldo Oliveira dos Santos, que morreu em maio de 2020 com 51 anos por complicações da Covid-19.

Entre as autoridades presentes estavam o Comandante do Bope, Tenente-coronel César Monte; o Chefe da Assessoria Militar do TCE-AL, Tenente-coronel Alexandre Braga; o presidente da Associação de Oficiais Militares de Alagoas (Assomal), Tenente-coronel Olegário Paes; o Comandante do 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (BI Mtz), Tenente-coronel Rodrigo Paim; o Coronel Eduardo Justo, do Corpo de Bombeiros Militar; e o Coronel da Reserva Remunerada da PM Jairison de Melo, que foi Comandante do Bope.

21 09 2021 ccdc