Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quarta, 23 Junho 2021 15:44
INSTRUÇÃO

Tropa da 1ª CPM/I recebe palestra sobre abordagem à população LGBTQIA+

Palestra ministrada pela Chefia de Prevenção da SSP apresentou Cartilha de Abordagem Policial específica

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Conteúdo foi repassado por integrantes da Chefia de Prevenção da SSP Conteúdo foi repassado por integrantes da Chefia de Prevenção da SSP

O efetivo da 1ª Companhia de Polícia Militar Independente (CPM/I) participou de uma importante instrução na manhã desta quarta-feira (23). A palestra foi centrada na apresentação da Cartilha de Abordagem Policial Frente à População LGBTQIA+. A atividade foi realizada no auditório da Escola Municipal Esther Soares, em São Miguel dos Campos, município sede da Companhia.

As instruções seguem a orientação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) para o desenvolvimento de ações policiais qualificadas frente aos grupos vulneráveis. A cartilha apresentada indica as bases legais, procedimentos de segurança e uso da força, respeito ao nome social e preservação da integridade da população LGBTQIA+. A sigla define o movimento que inclui Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Queer, Intersexo, Assexual e o “+” é utilizado para incluir outros grupos e variações de sexualidade e gênero.

O conteúdo foi repassado pelo Major Iran Rêgo, responsável pela Chefia de Prevenção da SSP acompanhado do tenente Alex Acioli. O objetivo é disseminar este conteúdo ao efetivo das demais unidades da Corporação.

Diálogo

Esta não é uma ação isolada na instituição. No dia 31 de março do corrente ano, o comandante-geral da PM, Coronel Wellington Bittencourt recebeu representantes de diversos movimentos sociais para uma reunião.  A reunião teve por objetivo abrir espaços significativos de diálogo entre a Corporação e os movimentos sociais presentes, estreitando relações e dando oportunidade para que os seguimentos pudessem expor suas necessidades. Representantes de entidades como o Grupo Gay de Maceió, Aliança Nacional LGBTQI+, Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado, Movimento dos Povos das Lagoas, ONG Afrodite, Movimento LGBT de Alagoas e Centro de Acolhimento Ezequias Rocha Rego, entre outros marcaram presença.