Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quarta, 31 Março 2021 11:42
DIÁLOGO

Comando-Geral recebe integrantes de movimentos sociais

Objetivo é ampliar o diálogo da Corporação com a sociedade civil

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +

O comandante-geral da Polícia Militar de Alagoas, coronel Wellington Bittencourt, promoveu na manhã desta terça-feira (29), um encontro com representações da sociedade civil, na Academia Senador Arnon de Mello (APMSAM), no bairro do Trapiche da Barra, em Maceió.

A reunião teve por objetivo abrir espaços significativos de diálogo entre a Corporação e os movimentos sociais presentes, estreitando relações e dando oportunidade para que os seguimentos pudessem expor suas necessidades.

Marcaram presença a secretária de Estado de Prevenção à Violência, Esvalda Bittencourt; o presidente do Grupo Gay de Maceió, Messias Mendonça; além de representantes da Aliança Nacional LGBTQI+, da Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado, do Movimento dos Povos das Lagoas, da ONG Afrodite, do Movimento LGBT de Alagoas, do Centro de Acolhimento Ezequias Rocha Rego, entre outros.

 30 03 2021reuniaocivis2

Em sua palavra, o coronel explicou suas motivações para a realização da assembleia.

“Queremos buscar essa aproximação com os movimentos sociais para que facilite a mudança de pensamento de que a PM está apenas para reprimir. Precisamos caminhar lado a lado com a sociedade, para que juntos, a gente possa evoluir e dividir nossas conquistas. Existe um preconceito geral contra as minorias, da mesma forma que também existe contra os policiais, então, é necessário nos conscientizarmos e reconhecermos o outro como profissional e ser humano”, disse o comandante-geral.

Já Fabíola Silva, integrante da Associação Cultural de Travestis e Transexuais de Alagoas (ACTRANS), parabenizou Wellington Bittencourt pela iniciativa em receber e dialogar com as minorias.

“É um pontapé inicial importante. Espero que daqui saiam projetos significativos para todos os seguimentos. Agradecemos a oportunidade e torcemos para que a polícia se torne cada vez mais cidadã. Que as diferenças sejam respeitadas por todos e que consigamos conviver em plena harmonia”, relatou Fabíola.

Ao final, o coronel Bittencourt agradeceu a presença de todos e afirmou o desejo de numa próxima oportunidade, ampliar o número de representantes para que mais grupos sociais possam conversar com a Corporação.