Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quarta, 24 Março 2021 14:57
CONHECIMENTO

Oficial da PM-AL representa o Brasil em grupo de trabalho da ONU

Tenente Esperidião foi um dos experts indicados pelo Brasil juntamente com uma tenente do Paraná

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Miitares representaram o Brasil no Seminário Virtual que reuniu 45 nações Miitares representaram o Brasil no Seminário Virtual que reuniu 45 nações

A Organização das Nações Unidas (ONU) está reformulando a formação dos militares empregados nas Missões de Paz. Para isso, mobilizou especialistas de seu quadro de instrutores que fazem parte dos Estados Membros das Nações Unidas. Entre os 80 convocados de diversos países, um tenente da Polícia Militar de Alagoas está representando o Brasil juntamente com uma tenente da Polícia Militar do Paraná.

O objetivo do grupo de trabalho é aprimorar ainda mais a grade curricular e outros itens da formação daqueles militares que se preparam para se tornar um futuro “boina azul”. A ideia é reformular os materiais adotados na preparação dos policiais que futuramente irão para as missões de paz. O trabalho de aprimoramento vem sendo desenvolvido desde 2019 pela ONU, mas acaba de iniciar uma nova etapa. Nesta, a ONU solicitou que os Estados Membros das Nações Unidas nominassem experts para finalizar o desenvolvimento deste programa.

Entre os nomes indicados pelo Exército Brasileiro os dois escolhidos foram o do tenente Rodolfo Esperidião de Melo, da Polícia Militar de Alagoas e o da tenente Elaine Pereira Melere, da Polícia Militar do Paraná – ambos, atualmente já integram a equipe do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB).

Os primeiros encontros aconteceram por meio de um seminário virtual entre os dias 16 e 18 de março, foi conduzido pelo comitê diretor do programa e contou com 102 participantes ao todo. Destes, 22 eram membros do comitê diretor do programa em United Nations Police Training Architecture – UNPOL (que traduzido significa arquitetura de treinamento da polícia das nações unidas) e 80 representantes dos estados membros, totalizando 45 nações participantes do evento.

O tenente Esperidião já serviu em uma missão de paz entre 2017 e 2019 no Sudão do Sul e, recentemente, foi selecionado para ser um dos instrutores do Centro Conjunto e está lotado na seção de coordenação de cursos. Agora, o militar alagoano foi designado para o grupo de trabalho de número 07. “No caso deste grupo objetivo é reformular o sistema de avaliação para os policiais que pretendem ingressar em uma missão de paz. Outro resultado possível seria fornecer as bases para a construção de um manual com regras e procedimentos de avaliação”, finalizou o tenente.

Todos os grupos de trabalho continuarão desenvolvendo suas atividades de forma remota, revisando os documentos e auxiliando na sua composição até a conclusão dos trabalhos.