Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Sexta, 26 Fevereiro 2021 15:03
PROTEÇÃO

Patrulha Maria da Penha conclui capacitação da Guarda Municipal de Campo Alegre

Ação tem o objetivo de ampliar a rede de proteção à mulher vítima de violência

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +

Na tarde desta sexta-feira (26), a Patrulha Maria da Penha (PMP) concluiu a capacitação do efetivo da guarda municipal do município de Campo Alegre. O treinamento iniciou na última segunda-feira (22).

  

As instruções aconteceram com a finalidade de preparar e atualizar o conhecimento estratégico de mais uma guarda municipal que irá compor as Guardiãs Maria da Penha (GMP) e que atuará na fiscalização do cumprimento das medidas protetivas de urgência deferidas e encaminhas pelo Poder Judiciário de Alagoas, as quais necessitam estar em constante aperfeiçoamento para que possam atuar de maneira ainda mais técnica e segura na prestação do serviço de proteção às mulheres que sofrem violência doméstica e familiar.

A capacitação foi uma iniciativa da Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) e que, desde o início do ano, articula para a implementação das GMP ou PMP em todos os municípios alagoanos.

 26 02 2021pmp

  

A instrução ocorreu em duas etapas. No primeiro momento houve o nivelamento teórico realizado exclusivamente de forma on-line, através da plataforma do Google Meet. Já na segunda etapa, a do nivelamento técnico/operacional, os agentes daGuarda Municipal de Campo Alegre foram até a sede da Patrulha Maria da Penha, em Maceió, para conhecer o serviço na prática.

Para a subcomandante da PMP, capitã Cristiane Pinheiro, “a capacitação surge como um grande avanço no enfrentamento à violência doméstica em Alagoas, visto que entrega à sociedade alagoana, principalmente à população dos municípios de Campo Alegre, Delmiro Gouveia, Murici, Olho D’Água das Flores, Palmeira dos Índios e São Sebastião, agentes de segurança que atuarão de forma qualificada e padronizada, buscando sempre a sensibilização com vistas à prevenção e o combate a este tipo de violência”.