Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quinta, 04 Fevereiro 2021 11:16
TROCA DE CONHECIMENTO

Oficiais da PMAL participam de palestra sobre "Atendimento Qualificado ao Cidadão"

Cerimônia teve o objetivo de criar estratégias para fortalecer as ações de combate a violência pública.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +
Evento ocorreu no auditório da Casa da Industria, em Maceió Evento ocorreu no auditório da Casa da Industria, em Maceió
A Polícia Militar de Alagoas, em conjunto com a Associação dos Oficiais Militares de Alagoas (ASSOMAL), disponibilizou uma palestra com o tema: “Atendimento Qualificado ao Cidadão: o exemplo da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina”, durante a manhã desta quinta-feira (04), no auditório da Casa da Industria, localizado no bairro do Farol, em Maceió.
 
A convite dos alagoanos, o coronel da Reserva Remunerada da PMSC, Marcelo Martinez, explanou sobre as boas práticas realizadas por sua Corporação, no combate à violência Pública, principalmente aos crimes de menor potencial ofensivo. Na oportunidade, também foi alinhado, atualizado e padronizado as práticas de cunho profissional desenvolvido em cada Estado participante.
 
Um outro objetivo do debate, foi viabilizar maneiras mais céleres e técnicas no atendimento de ocorrências e na aplicação da lei, criando estratégias para fortalecer as ações de combate a violência pública. 
 
Com um vasto currículo, Marcelo Martinez possuí graduação em Direito pela Universidade Federal e no Curso de Formação de Oficiais da PM, em Santa Catarina. Também é especialista em Direito Penal, Administração e Gestão Estratégica da Segurança Pública. Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Preservação da Ordem Pública, atuando principalmente nos temas: Polícia, Policiamento, Ciclo Completo de Polícia, Estudo Comparado de Polícia, Sociologia Urbana, Violência e Criminalidade.
 
O catarinense foi chefe da 3ª Seção do Estado-Maior de sua Corporação e instrutor e coordenador de Cursos para a Lavratura de Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO) pelas polícias militares. Realizou o Curso Internacional de Polícia Judicial na Guarda Civil da Espanha, em 2018. Atualmente é secretário executivo do Conselho Nacional de Comandantes-gerais das Polícias e Corpos de Bombeiros Militares e mestre em Gestão de Políticas Públicas pela Universidade do Vale do Itajaí.
 
“Em média, as demais polícias militares gastam aproximadamente 3 horas, a Polícia Militar catarinense encerra uma ocorrência em 40 minutos. Essa agilidade é proporcionada por meio da tecnologia, com isso, podemos proporcionar uma melhor utilização do efetivo, permitindo que mais policiais estejam nas ruas realizando o policiamento ostensivo, além de oferecermos aos cidadãos um serviço mais eficiente”, explicou Marcelo, durante discorria sua palestra.
 
Além do oficial catarinense, o evento contou com as presenças do comandante-geral da PMAL, coronel Wellington Bittencourt; pelo subcomandante-geral da PMAL, coronel Túlio Emery; do chefe da Assessoria Militar do Tribual de Justiça de Alagoas, coronel Adroaldo Goulart; do chefe do Estado-Maior Geral da PMAL, coronel Gerônimo Nascimento; do presidente da ASSOMAL, tenente-coronel Olegário Pes; e demais oficiais da PMAL.