Notícia

POLÍCIA MILITAR

Polícia Militar do Estado de Alagoas
Quarta, 23 Setembro 2020 13:46
25 VAGAS INICIALMENTE

Policiais militares da Reserva podem se inscrever para Guarda de Segurança Institucional da Defensoria Pública

Pré-inscrições estarão abertas entre os dias 23 de setembro a 23 de outubro de 2020

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
  • Whatsapp
  • Google +

Texto de Ascom DPE/AL

A Defensoria Pública do Estado de Alagoas (DPE) abriu, nesta quarta-feira (23), a pré-inscrição para a Guarda de Segurança Institucional (GSI), que será responsável pela segurança dos defensores públicos, colaboradores e assistidos, nas unidades de atendimento do órgão, em todo o estado. Poderão participar da seleção oficiais ou praças da reserva remunerada da Polícia Militar ou Corpo de Bombeiro Militar do Estado de Alagoas. Inicialmente, serão ofertadas 25 vagas.

As inscrições on-line seguem abertas até o próximo dia 23 de outubro, Pré-inscrição na GSI da DPE/AL.

Para participar da seleção, os candidatos deverão anexar as certidões negativas de antecedentes criminais da Justiça Comum e Militar (estadual e federal) e da Justiça Eleitoral, o comprovante de residência e o ato da reserva remunerada.

Vale ressaltar, que os concorrentes deverão ter idade inferior ao limite para a Reforma, como estabelecido no Estatuto dos Policias Militares e Bombeiros Militares do Estado de Alagoas. Além disso, deverão passar por inspeção de saúde, psicológica e aptidão física, que ficará a cargo da polícia militar alagoana.

Os aprovados terão carga horária de 40h semanais e remuneração de R$ 1.500. A escala de trabalho será organizada de acordo com a necessidade da instituição.

Os contratos serão temporários, com prazo máximo de dois anos, renovável por iguais e sucessivos períodos, e será condicionada, sempre, à observância das restrições legais e regimentais e à conveniência da Defensoria Pública.

Entre as atividades a serem desenvolvidas estão o policiamento ostensivo de segurança externa e interna das unidades da Defensoria Pública, colaborar com a diretoria administrativa e financeira, fornecendo resultados de levantamentos técnicos de riscos das áreas e atividades pertinentes, estar atento a tudo o que ocorrer nas dependências físicas da unidade onde estiver lotado, participando de forma imediata à sua chefia, qualquer alteração que verificar e realizar outras atividades ou tarefas correlatas.

A formação da GSI é fruto de convênio entre a Defensoria Pública e o Estado de Alagoas, firmado no final de julho deste ano.